Uma história sobre quase 3 anos de inatividade e como tudo me afetou e me fez chegar em minha atual situação

em blá…, Vida

O começo dos problemas Muita coisa aconteceu desde que eu dei um tempo no blog. A verdade é que eu fiz míseros dois pequenos posts em 2014, mas hoje, um dia depois de meu aniversário, essa época da vida da gente que mais que uma época de festas eu considero um momento de reflexão sobre… [+] Leia mais

Meditação sem Frescuras

em Artigos, blá…, Opinião

Já há alguns anos que procuro estudar sobre meditação e uma forma de aplica-la em minha vida, mas sempre encontrei dificuldades, pois não encontrava uma abordagem prática real, os autores costumam encarar o tema com muita teoria, e boa parte dos praticantes desta modalidade são vistos por mim mais como um cosplay do que qualquer outra coisa. Então, depois de… [+] Leia mais

Novamente tudo de novo, só que diferente

em blá…

A princípio, este blog não é sobre o TOC em sí, mas sobre minha vida e sobre meus pensamentos, os quais gosto de expô-los para validá-los. Comecei com este projeto na fase em que estava saindo de uma vida adolescente para uma vida adulta, que era também uma época complicada, na qual tinha que lidar… [+] Leia mais

Arquitetos do desejo, ou a teoria da vontade

em blá…

Por natureza, o ser humano não gosta de fazer uso daquilo que não fomos nós mesmos que construímos ou idealizamos. Quando digo “nós”, me refiro a uma individualidade do ser, que vem do todo poderoso ego. Nada é tão bom se não foi feito por nós mesmos, e nossos desejos individuais não valem a pena… [+] Leia mais

I’m Back!

em blá…

Olá amigos, depois de vários meses desaparecido, eis que retorno das cinzas. Deixei muitos comentários sem aprovação, muitas perguntas sem respostas. Realmente passei os ultimos meses vivendo experiências complicadas que serão expressadas aqui de diversas formas. Aprendi muito, descobri bastante, e pretendo compartilhar tudo com vocês. Descobri muitas coisas sobre mim mesmo, e percebi muitas… [+] Leia mais

Tudo se perdeu

em blá…

Chega um momento, em que a gente percebe que tudo se foi. A esperança, a vontade, o impulso, a fé, a infância e tantas outras coisas. Há um tempo em que sobra muito pouco. Um pouco de loucura, um pouco de curiosidade, e um pouco, muito pouco, de nós mesmos.

A Ilusão do Horizonte

em Poesia

Ainda que eu pudesse, mesmo assim não deveria.
Porque acreditar que algo pode ser dito, é tão ingênuo quanto nossa vontade.
Ainda que eu devesse, eu não deveria me arriscar.
Porque arriscar-se é tão ineficaz quanto tentar ser.

Sexo é só uma palavra…

em blá…

Na verdade, a sexualidade não é um assunto importante. A repressão a sexualidade sim, é algo preocupante. Hoje em dia, os meios de comunicação falam sobre este comportamento quase como se tivessem algum controle sobre ele. E na verdade, é a preocupação sobre este tema, gerada pela mídia e pelo preconceito, que o faz parecer… [+] Leia mais

A Sinfonia da Loucura ou Um Convite a Insanidade

em blá…, TAB, TOC

E do lado de dentro, posso ver que existe muita poesia na loucura, que ela não é uma obra concreta. Uma das coisas mais interessantes, é que é possível ainda sentir o cheiro e tatear a insanidade, mas sempre com muito cuidado ao segurar sua mão, pois ela pode te guiar a algum lugar. Com um vestido branco e olhos verdes, a loucura chega a dar água na boca, é abusada e sedutora, e tudo que quero fazer é abraça-la.

Eu, eu mesmo, e o outro…

em Crônicas

Me pego questionando se será mais difícil aceitar aquilo que se é, ou transformar-se em algo que nunca foi. Todos precisam que você mude para adaptar-se ao que os outros são, e esta metamorfose é necessária para manter-se aceitável. O problema é que nenhum é um só, existem três para cada um de nós.